Illuminando com o kit de LED mais ágil do mundo!

Aviso: Eu não fui pago pelo Blind Spot para escrever esse artigo. Tenho o orgulho de ser um dos primeiros “supporter” do projeto de crowdfounding deles no kickstarter , um usuário entusiasta e gosto desses caras: a assistência deles é muito rápida e eles são gente boa. Também sei que esses vídeos não são obras de arte de um ponto de vista fotográfico, tem vários erros e imperfeições, mas considerando a popularidade que eles alcançaram e a condição em que foram gravados, eu acho fizemos um ótimo trabalho, e talvez alguns novos cinegrafistas estejam interessados em saber um pouco sobre o making of deles. Claro que eu sou dono e alugo esse kit de luz, então é claro, eu estou interessado em mostrar o quanto elas funcionam bem.

Lembrando que se você quiser achar outros making of e reviews de equipamentos não se esqueça de curtir a Página do Facebook Greatgabbo.

Em Dezembro trabalhei como DP em uma série de vídeo clipes com a Ganjafilm, uma Produtora Indy-Guerrilha-Anti-Proibicionista-Especializada em Rap localizada no Rio de Janeiro. Em um pouco mais de 5 semanas, os 4 vídeos de baixo orçamento que eles uparam no Youtube obtiveram mais de 1.2 milhões de visualizações. Em 3 desses clipes eu usei bastante o Scorpion Light Kit.

Essas pequenas feras são ótimas ferramentas. Eu os uso o tempo inteiro quando eu tenho que trabalhar na guerra, com troupe reduzida, pressão, e muito pouca infraestrutura. Eu acho que eles são bons como "practicals" o tempo inteiro, e como contraluz. Em uma hardcase de 55x30x19 cm 11 kg, você possui quatro dessas pequenas bestas, 8 baterias, 4 clamps, 4 carregadores, gelatinas e outras pecinhas. É um tamanho bem pequeno comparado com todos os outros equipamentos de luz que eu utilizo geralmente. Você pode levá-la só para ter-las por aí e você provavelmente achará uma forma de usá-las.

DVASTO “RUAS SOMBRIAS”: Esse é o último e talvez o que eu mais gostei (mesmo não possuindo muitas visualizações). Nós o gravamos em duas locações na Rocinha, a maior comunidade de Rio de Janeiro. A escolha de equipamentos foi a SonyA7s (com CineGamma4, modo APC-S Crope provavelmente em torno de 1250 ISO, provavelmente 3200 K mas não tenho certeza) com Atomos Shogun para monitoramento e gravação externa, uma objetiva 24mm CP2 Zeiss lens, em um Ronin Mini comum RedrockMicro Remote Follow Focus, e um "sungun", LED Comer no mesmo Gimbal, para dar uma luz de preenchimento bem suave. Para iluminar toda a cena nós tínhamos diversas luzes de tungstênio que eu achei que poderíamos ligar, porém quando liguei o primeiro Fresnel de 650W, ficou bem evidente que outro desses causaria o desligamento do sistema elétrico precário da rua. Ao mesmo tempo não tinha grana e logística para alugar um gerador. Sorte que eu tinha comigo o kit Scorpion, os “Sungun” LED Comer e dois painéis de LED OnAir.

Para mais detalhes sobre illuminação das cenas pode observar a galeria de imagens.

CONE CREW “ENERGIA”: me ligaram duas horas antes do horário de convocação para esse clipe, então botei no carro o que tinha em casa e fui. Felizmente filmamos na Visom Digital, um histórico estúdio de gravação no Rio, que nos ultimos anos começou produzir conteúdo audiovisual. Então depois de uma conversa com Carlão, meu amigo e dono da produtora, consegui pegar a Canon C500 dele para filmar (com o meu kit de lentes Samyang).

Falando nisso; se tiver no Rio e precisar alugar Câmeras de Vídeo Canon Serie Cine, é bom dar uma ligada na Visom Digital.

PH Steltzer, dono e diretor da Ganjafilmes, pediu para uma luz escura e contrastada. Então no “quarto do microfone” coloquei um Ianiro de 350 W de um lado, para illuminar a parede do fundo e um outro Fresnel d 650 W como luz lateral no microfone e nos MCs cantando.Já no outro quarto onde o DJ está tocando usei todos os 4 LED do Kit Scorpion, para illuminar e como “praticaveis” ou seja, luzes que entram no quadro e parecem parte da cenografia da locação. A cena na rua foi totalmente improvisada, então montei rapidamente o meu Steadigimbal (um Ronin em um braço de steadi) sem controle de foco, sem assistente, com uma chuvinha chata e com um dos MCs que tava puto porque tinha um vôo para SP e estava terrivelmente atrasado, a gente também estava sem gelatina para corrigir a cor do Painel conforme as luzes do ambiente, e filmamos do jeito que deu para filmar. Ainda bem que os policiais foram colaborativos e aquela luz dasirene deles deu uma graça.

Para mais detalhes sobre illuminação das cenas pode observar a galeria de imagens.

JOSBY “LOCAL LEGEND”: na cena da foto aqui embaixo, usei um LED Scorpion como contra.

#ScorpionLight #Conecrew #LocaçãoEuipamento #RiodeJaneiro #LightingTechniques

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square